Como Viajar Gastando Pouco

Postado: 13 de janeiro de 2015 | 12:18
Brasil centro-oeste

Como Viajar Gastando Pouco

Viajar é uma ótima maneira de relaxar e passar por experiências únicas, como a possibilidade de conhecer novos povos, costumes e idiomas. E para isso, é necessário arcar com diversos custos, como passagem, alimentação, hospedagem, seguro e outros fatores. Hoje em dia, no entanto, com algumas atitudes simples, é possível agendar um passeio marcante sem gastar muito.

Planejamento e uma boa pesquisa são fundamentais para economizar em viagens. Primeiramente, é importante definir a data do passeio com meses de antecedência. Em algumas épocas do ano, várias companhias fazem promoção de passagens aéreas, e quanto mais cedo for feita a compra dos bilhetes, maior é a chance de o preço ser mais acessível.

Na hora de realizar a compra, uma dica é evitar horários de pico e voos com muitas escalas, que geralmente apresentam um valor elevado em decorrência da alta procura. Outra atitude que pode ajudar a reduzir o custo com passagens é aproveitar os programas de milhagens oferecidos por algumas empresas, como as operadoras de cartão de crédito. Nesses programas, a cada vez que os serviços das companhias são utilizados, acumulam-se pontos, que podem ser revertidos em tickets aéreos. É importante ficar sempre atento ao prazo de validade das milhagens para não perder o período de troca do bilhete.

Mais uma maneira de poupar dinheiro é optar por destinos econômicos, ou seja, cidades e países que não são muito procurados, mas que apresentam ótimas opções de lazer. Um exemplo é a cidade de Jardim, no Mato Grosso do Sul, que dispõe de atrativos semelhantes à sua vizinha Bonito. Quando for para lá, vale viajar nos períodos entre férias e feriados e em baixas temporadas, que contam com valores menores.

Com relação à hospedagem, existem boas formas de economizar, como optar por albergues e hostels, para aqueles que gostam de conhecer pessoas e não se importam em dividir seu espaço. Há também hotéis e pousadas pequenos, que costumam disponibilizar um serviço de qualidade e boa relação de custo/benefício. Ao escolher esse tipo de alojamento, o orçamento será diminuído consideravelmente.

É possível economizar também com a alimentação. Na maioria das vezes, fazer refeições em hotéis gera um alto custo, por isso, é aconselhável comprar comida em supermercados e evitar gastar com alimentos na rua. Mesmo para aqueles que desejam conhecer um pouco da gastronomia local, é possível reduzir custos, basta procurar locais que não sejam tão famosos, saboreando um bom prato típico em restaurantes menores.

Com atitudes simples, organização e um planejamento bem-feito, qualquer pessoa pode realizar uma viagem inesquecível gastando pouco.

Deixe uma resposta

Aviso: Todo o conteúdo do blog Azul é aberto a comentários, pois dividir ideias é uma das melhores maneiras para construirmos uma empresa melhor. Independentemente de serem positivas ou negativas para a companhia, as menções serão publicadas, mas todos os comentários serão moderados, a fim de evitar mensagens comerciais e citações ofensivas e/ou fora do contexto.